Logo do Blog - Aos 18

28 04/2016

Como lidar quando o namorado se envolve com drogas

Postado por Soraia Alves

O relacionamento está indo muito bem e você e o gatinho estão superapaixonados. Tudo seria perfeito não fosse por um grande problema: seu namorado começa a se envolver com drogas.

Essa é uma situação bem difícil de encarar, mas que infelizmente pode acontecer com qualquer casal. Basta entrar na vibe errada para o problema se instalar no namoro. E tão difícil quanto admitir que vocês estão passando por isso é encontrar uma forma para lidar com a situação. Primeiro porque é bem doloroso encarar que seu namorado está dependente das drogas e, com isso, muitas pessoas preferem se enganar e acreditar que trata-se de algo passageiro. Segundo porque as dúvidas e pressões sobre vocês aumentarão muito, principalmente da parte da família. Por isso o assunto exige muito esforço e confiança entre vocês!

Com a ajuda da psicóloga Fernanda Denadai, a tt mostra algumas dicas de como lidar com esse assunto delicado.

Foto: Thinkstock/Getty Images

Foto: Thinkstock/Getty Images

Uma das coisas mais comuns entre os usuários de drogas que não estão buscando tratamento é a negação do vício. Por isso é superimportante que você tenha uma conversa bem séria com ele. Explique por que ele deve admitir que está dependente, mostre o quanto ele tem feito uso de drogas e como isso afeta tanto o comportamento dele quanto a relação de vocês…

Vai ser bem difícil convencê-lo a admitir essa situação, mas tente mostrar, com argumentos, como essa aceitação vai ajudá-lo no tratamento e em uma recuperação mais rápida.

Não tente resolver tudo sozinha

Você pode até pensar que é melhor esconder a situação das outras pessoas, inclusive da família do seu namô e da sua. Mas essa não é uma boa ideia. A reação deles pode ser difícil, mas é importante contar com a ajuda do maior número de pessoas que amam vocês e querem o ver bem. “O apoio da família é fundamental para a recuperação do dependente químico. Ele vai precisar de toda a ajuda que encontrar, e apesar de os profissionais terem seu papel nisso, a família e os amigos são muito importantes para dar apoio e carinho ao paciente”, diz a psicóloga Fernanda.

Além disso, o gato precisará de um acompanhamento especializado, como psicólogos e psiquiatras. O que nos leva a outro ponto…

Procure ajuda médica

Ele possui um problema sério e precisa de ajuda médica, que vai avaliar qual o tipo de tratamento que ele precisa: seja com auxílio de medicamentos, aconselhamento profissional ou até mesmo internação.

Seja parceira e dê todo apoio 

Imagine que você está passando por um momento muito complicado da sua vida e, ao descobrir do que se trata, o seu namorado termina com você? Provavelmente sua tristeza aumentaria. E muito! Isso também pode rolar com seu namô caso sua decisão seja abandonar o barco e terminar o namoro de vocês. Realmente, ele pode encarar o término de uma maneira ruim e afundar ainda mais no vício. Por isso, se você está disposta a ajudá-lo a sair dessa, ameaçar terminar o namoro não é uma boa ideia!

Não abandone a sua vida

“O grande desafio da garota é encontrar um equilíbrio entre ajudar o namorado a sair do vício das drogas e não deixar de lado a sua própria vida, seus compromissos e até mesmo o cuidado com ela própria”, alerta Fernanda. Pode-se dizer que o limite do “tentar ajudar” o parceiro vai até onde ele permite e aceita a sua ajuda. Se o gato se recusa a admitir seus problema e aceitar ajuda, pense bem o quanto você pode sair prejudicada nessa história toda. Mas se ele se mostra interessado na mudança, mesmo que isso exija muita dedicação de vocês, vale a pena insistir e passar por essa fase ao lado dele.

Os comentários não representam a opinião deste site; a responsabilidade é do autor da mensagem.