Música

18
04/2017

Dilsinho conta qual a parte mais fácil e mais difícil na carreira musical

Postado por Gabriela Silva de Carvalho

“É muito gratificante e ainda tenho um longo caminho pela frente”

Dilsinho vem fazendo o maior sucesso com seu samba e sua vibe animada. O trabalho do cara vem crescendo cada vez mais e ele conta um pouquinho de como tem sido toda essa experiência! Se liga no bate-papo exclusivo:

tt: Você sempre curtiu samba? De onde surgiu a vontade de cantar?
Sempre. Ouço música desde muito novo em casa. Minha família, por ser muito grande, me fez ouvir um pouco de tudo e com 13 anos fiz minha primeira apresentação por uma pizza e um guaraná.

tt: Quais suas maiores influências na música?
Eu gosto de tanta coisa que é difícil falar de um nome ou outro, mas ouço demais Sorriso Maroto, Jota Quest, Fabio Jr. É uma mistura inspiradora!

Foto: Renata Meirelles

Gato sim ou com certeza?  – Foto: Renata Meirelles

tt: Como é ver suas músicas sendo gravadas por nomes tão importantes do samba?
É muito gratificante. Ainda tenho um longo caminho pela frente, mas ver esses nomes gravando minhas musicas é um começo importante na minha trajetória.

tt: Qual a parte mais fácil e mais difícil de estar no meio musical?
A mais fácil certamente é estar em cima do palco mostrando meu trabalho, amo fazer shows. E a parte mais difícil é acabar tendo pouco tempo para a minha família.

tt: Como é a sensação de ver suas musicas fazendo tanto sucesso?
Sensação de estar na direção certa, trabalhando muito sempre e ouvindo meu coração.

Foto: Renata Meirelles

De boas na praia!  – Foto: Renata Meirelles

tt: E a sua relação com as fãs, como é? Qual foi a coisa mais inusitada que já aconteceu?
A minha ligação com as minhas fãs está cada dia mais forte. Tento atender a todos o máximo possível. Temos uma relação muito bacana de carinho e afeto. Elas são essenciais para o meu trabalho e é uma sensação muito forte e inesquecível receber todo esse carinho.

tt: Você já fez várias parcerias… Com quem você ainda tem vontade de gravar?
Tenho vários ídolos, mas tenho vontade de fazer um feat com a Ivete e o Jota.

tt: Você se inspirou em alguém na hora de escrever “Refém”?
Na verdade, “Refém” não é composição minha (risos). É uma música do Pedro Felippe, que toca comigo, e do Thiago Silva, cavaquinista do Sorriso Maroto. Amei interpretar essa canção. Recentemente compus “Trovão”, que é, sem sombra de dúvidas, uma das músicas mais importantes da minha carreira e responsável por essa fase de muito trabalho.

LEIA TAMBÉM:

Tags: , ,

** Já curtiu o Facebook da tt? Corre lá que tá bombando!

Os comentários não representam a opinião deste site; a responsabilidade é do autor da mensagem.