Logo do Blog - Ler é TDB

29 02/2012

Top 8: Livros que me fizeram chorar

Postado por Redação todateen

Vou confessar:
Eu choro compulsivamente em livros e filmes. Para você ter uma ideia, eu chorei até em O Chamado… Então, por causa disso, decidi fazer uma lista com os oito livros que mais me fizeram chorar.

 

8. Sem Você, de Del James

É um contos do livro The Language of Fear. Extremamente emocionante. Não cheguei a chorar loucamente, mas fiquei triste.

A história é sobre um roqueiro famoso, Mane, que acaba traindo sua noiva, Elizabeth, com outra mulher. Entretanto, Elizabeth descobre a traição, sai de casa descontrolada e morre em um acidente de carro. O conto é sobre a tristeza de Mane em ter que viver sem Elizabeth.

Na verdade, o escritor Del James é amigo do cantor Axl Rose e escreveu Sem Você em homenagem ao amigo. Anos depois, Axl se baseou no conto de Del James para escrever a música November Rain. Aqui está o clipe:

7. Academia de Vampiros: Tocada pelas Sombras, de Richelle Mead

Este livro me deixou em pânico. Indignada. Terrivelmente assustada. Sabe quando tudo está lindo, magnífico, perfeito, mágico… e, do nada, tudo dá errado? Exatamente.

Eu terminei de ler às três da madrugada e passei o resto da noite assim: O.O

Resumindo: Esta série é incrível. Recomendo!

 




6. Em Algum Lugar do Passado, de Richard Matheson

O começo é muito cansativo… muito.
Pensei em abandonar muitas vezes, mas resisti e cheguei na parte legal. Do meio ao final, é um livro incrível. Romances que envolvem tempo, geralmente, fazem o leitor chorar.

 






5. Água para Elefantes, de Sara Gruen

O livro é muito diferente do filme. Sério!
Na verdade, a história é a mesma, mas… eu não sei explicar. O livro tem uma aura circense tão incrível que te faz viajar para um típico circo da década de 30. Algumas cenas são tão delicadas que te fazem chorar de emoção. Uma cena, em especial, me marcou, mas eu não quero dar spoilers… só posso dizer que foi com o Kinko e com a Queenie.

Água para Elefantes é um livro intocável.
Mesmo que você não tenha gostado do filme, não perca a oportunidade de ler o livro.

 

 

 

4. A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak
Eu e minha mãe lemos juntas.
E choramos juntas.

Eu não gosto muito de livros sobre a segunda guerra, mas esse é especial. Por dois motivos: primeiro, ele mostra o lado dos civis alemães; segundo, ele desmistifica a segunda guerra maniqueísta que vemos em todos filmes e livros de guerra.

Ou seja, este é um livro extremamente humano.

A melhor frase:
“Odiei as palavras e as amei, e espero tê-las usado direito.”

Aliás, eu te amo, Ruby Steiner.
E quem não ama o garoto Jesse Owens de cabelo cor limão?
Vou começar a chorar… melhor passar para o próximo livro.

3. Chuva de Novembro, de Carlos de Andrade

Este livro começa como um típico romance adolescente: Caio, um garoto rico, se apaixona por Caressa, uma garota pobre. Eles são perfeitos juntos. Eles se amam. Entretanto, Caressa morre.

Mas não se preocupe, o livro não termina com a morte de Caressa.
Na verdade, está apenas começando…

Eu amo histórias cheias de surpresas e viradas inesperadas. O final de Chuva de Novembro é incrível. Eu classificaria esse livro como uma tragédia de erros.

Este, com certeza, é o livro mais romântico que eu já li.

O ponto alto é a cena na qual Caio e Caressa assistem ao show do Guns’n Roses e dançam November Rain, sob uma forte chuva de novembro. Chorei nessa passagem… e em muitas outras.

Infelizmente, o livro é raríssimo.
Ele deixou de ser impresso em 2006. Estou procurando em sebos mesmo. Acho que é o caminho.

 

2. Cirque Du Freak, de Darren Shan

No penúltimo capítulo tive que parar de ler para lavar o rosto. A descrição de sentimentos de Darren Shan te faz sentir exatamente o que o personagem está passando.

Meu personagem preferido é o Kurda Smahlt, um vampiro príncipe bonitão, diplomata e que sabe lutar como ninguém.







1. A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas Filho

Esse é o meu recorde… chorei nos primeiros capítulos.
Nem estava tão interessada em ler A Dama das Camélias, mas me surpreendi. Quando fiquei sabendo que o livro foi inspirado em fatos reais, chorei ainda mais.

 

 

 

 

 

Esses são os oito mais causadores de lágrimas para mim…
Agora é a sua vez: Que livro te fez chorar de verdade?

Beijos,
Mila.

Os comentários não representam a opinião deste site; a responsabilidade é do autor da mensagem.