Papo de BFF

4 07/2012

Já teve a primeira vez e não sabe como contar para sua mãe?

Postado por: Redação todateen

Psicólogos dão dicas de como se aproximar da mãe para bater um papo sobre sexo

Já teve a primeira vez e não sabe como contar para sua mãe?

Foto: Thinkstock/GettyImages

Você e o garoto estavam no maior love, o clima esquentou e acabou rolando a primeira transa. Vocês se cuidaram, usaram camisinha e está tudo bem. Tudo parece perfeito até o dia que você lembra da sua mãe! #OMG, e agora? Como contar para ela que rolou a primeira vez e que você não é mais virgem? Para ajudar nessa tarefa, psicólogos dão dicas preciosas!

“Mas se já rolou mesmo, por que contar?”

Por mais que você já tenha transado com o gato e pense que já sabe tudo sobre sexo, com certeza, sua mãe sempre irá saber mais do que você. Ela não só é mais experiente, como também se preocupa com o seu bem estar. “Quando a menina inicia a vida sexual é muito importante que ela tenha todas as dúvidas tiradas por uma pessoa mais velha e não por amigas que também estejam vivendo a mesma fase”, alerta a psicóloga Betina Serson.

Por isso, contar para a mãe é tão importante quanto contar para as amigas, ok? Enquanto a sua mãe terá a experiência para conversar com você e levá-la a um médico, por exemplo, suas amigas terão o espírito da aventura, curiosidade e ansiedade para saber dos babados. São situações diferentes, mas que merecem igualmente a sua atenção. Além disso, jogar a real com sua mãe pode fortalecer ainda mais a amizade entre vocês.  Afinal, mãe é sempre nossa melhor BFF, né?

A hora certa de contar

O ideal seria contar antes de rolar a primeira vez, mas se já aconteceu, nunca é tarde demais para bater esse papo em casa. Algumas famílias possuem certa restrição em relação ao assunto e ainda consideram o sexo um tabu, por isso, rola o maior medo de falar sobre o tema, não é mesmo? Para ajudar, comece se aproximando da sua mãe aos poucos, puxe assuntos sobre garotos e observe a abertura que ela dá para esse tipo de conversa.

“A melhor hora de falar é quando você se sentir confiante. Algumas mães são companheiras, outras são mais fechadas”, diz o psicólogo Alexandre Bez. Caso essa aproximação não role e você sinta que a sua mãe não está a fim de falar sobre sexo, procure alguém que tenha mais liberdade (tipo uma prima mais velha ou tia). O importante é que seka alguém que tenha mais vivência para te ajudar a passar por esse momento novo com mais segurança. E claro: tem de ser alguém em quem você confie muito!

“Contei, mas ela ficou brava”

Você se aproximou, tomou coragem e contou para a sua mãe que não é mais virgem. Ao invés do pesadelo acabar, ele, na verdade, começou! Sua mãe ficou superbrava e deu #aloka? Acalme-se! A melhor forma de sair dessa é tentar colocar suas ideias e seus pontos de vista. Explique com jeitinho, sem nenhum tipo de discussão. Fale dos seus sentimentos e o quanto é importante para você dividir com ela esse momento da sua vida.

Consultoria: Betina Serson, psicóloga. Alexandre Bez, psicólogo (www.clinicaab.com.br).

** Já curtiu o Facebook da tt? Corre lá que tá bombando!

Os comentários não representam a opinião deste site; a responsabilidade é do autor da mensagem.