5 livros que abordam o tema suicídio

Confira uma lista de livros que tratam a temática do suicídio de formas diferentes e sensíveis. É preciso falar sobre depressão e suas consequências!

5 livros que abordam o tema suicídio
FOTO: Divulgação

Oi, pessoal! Para este mês, venho trazer à tona um assunto que, com a atual série da Netflix ‘Os trezes porquês’, ficou bastante em voga. O suicídio. Apesar de ainda ser um tema tabu e delicado, há algum tempo a literatura vem tratando da depressão e suas consequências e vou listar alguns livros para quem se interessa pelo assunto.

5 livros que abordam o tema suicídio

Os Treze Porquês – Jay Asher

Antes de virar série, Os Treze Porquês já era conhecido pelo livro. Apesar da série ser uma adaptação, há cenas contidas no livro que não existem na série. Para quem gostou da série, o livro vale a pena. Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma colega de classe e antiga paquera, que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

5 livros que abordam o tema suicídio

FOTO: Divulgação

O Último Adeus – Cynthia Hand

De capa dura e todo escrito com tinta azul, como se fosse caneta, O Último Adeus é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário por estar perdida: há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz. O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis uma das grandes questões desse livro.

Por Lugares Incríveis – Jennifer Niven

Já confirmado para virar filme, Por Lugares Incríveis é um dos livros mais tocantes e apaixonantes que já li. Ele conta a história de Violet Markey, que tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família. Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram.

Uma História Meio Que Engraçada – Ned Vizzini

Com o título de Se enlouquecer, não se apaixone, o filme deste livro está disponível na Netflix! Ele vai contar a história do Craig Gilner, que como muitos adolescentes determinados a vencer na vida, acredita que a sua entrada na ExecutivePre-Professional High School de Manhattan é o passaporte para o seu futuro. Obstinado a ter uma vida de sucesso, Craig estuda dia e noite para gabaritar no exame de admissão, e consegue. A partir daí, o que deveria ser o dia mais importante da sua vida, acaba marcando o início de um sufocante pesadelo.

O Garoto quase-atropelado – Vinícius Grossos

Meu segundo livro trata do tema, além de abordar outras questões como: depressão, abuso sexual, homofobia e distúrbios alimentares. Um garoto sofreu com um acontecimento terrível. Para não enlouquecer, ele começa a escrever um diário que o inspira a recomeçar, a fazer algo novo a cada dia. O que não imaginou foi que agindo assim ele se abriria para conhecer pessoas muito diferentes: a cabelo de raposa, o James Dean não-tão-bonito e a menina de cabelo roxo, e que sua vida mudaria para sempre! Estar vivo e viver são coisas absolutamente diferentes! A Bruna Vieira leu e disse: “Uma história inesquecível sobre adolescentes que escolheram acreditar no que sentiam. Você vai se emocionar“.

Se você está passando por dificuldades como alguns dos personagens destes livros, busque ajuda, não desista, converse com algum voluntário do CVV – Centro de Valorização da Vida que tenho certeza que ele poderá te ajudar. Fale sobre seus problemas e eu prometo que vai ficar tudo bem!

Beijos, até a próxima.

Vinícius Grossos


LEIA TAMBÉM

Os comentários estão desativados.

Próxima notícia