Anitta é criticada após fazer comentário preconceituoso sobre doença grave

A cantora usou o termo "hanseníase" como ofensa durante o seu programa no Multishow

Anitta faz comentário preconceituoso sobre doença grave
Foto: Reprodução/ Instagram

Anitta está apresentando um novo programa no canal Multishow com o seu próprio nome, o Anitta Entrou no Grupo. Mas na última segunda-feira (9), a cantora acabou dando uma bola fora ao fazer um comentário preconceituoso sobre doença grave, a hanseníase.

Ao receber a dupla sertaneja Maiara & Maraísa, convidadas do programa, Anitta disse: “Eu queria dizer que minhas amigas são muito amigas mesmo. Para esse programa, eu só convido gente que eu amo, não convido gente hanseníase“.

Veja o vídeo do momento em que Anitta faz comentário preconceituoso sobre doença grave:

Logo depois da sua fala no programa, muitas críticas começaram a ser feitas à fala da cantora. Isso porque a cantora ofendeu as pessoas que sofrem de hanseníase, uma doença grave que afeta principalmente a pele, através de lesões. Trata-se de uma infecção crônica que causa danos aos nervos, mas que atualmente já tem tratamento, através do qual a doença deixa de ser transmissível, o que antes gerava a segregação dos doentes.

O grande problema é que, através de sua fala, Anitta acabou reforçando preconceitos sobre as pessoas que sofrem de hanseníase, o que não foi nada legal, né? O comentário preconceituoso sobre doença grave da cantora ajudou a, não só reforçar estereótipos e a desinformação sobre a doença, como fazer com que os portadores da doença sejam ainda mais discriminados.

Por conta disso, o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (Morhan) pediu uma retratação pública da cantora. “Anitta fez uma declaração lamentável, tentando ‘causar’ reafirmando um preconceito infundado contra pessoas atingidas pela doença. Anitta não sabe, porque o desconhecimento de fato é o principal obstáculo à superação da hanseníase no Brasil, mas a cada ano 35 000 novos casos são diagnosticados no país, tornando o Brasil o campeão mundial de novos casos proporcionais da doença”, disse em nota.

“Essa altíssima incidência em nada é culpa das pessoas atingidas pela hanseníase: é o descaso do poder público, falta de informação e vontade política de resolver a questão e condições de vulnerabilidade social os principais fatores para que ela continue se propagando, mesmo tento cura e tratamento gratuito pelo SUS. Ao contrário do que a cantora sugere no programa, não há nenhum motivo para se evitar pessoas atingidas pela hanseníase: assim que iniciado o tratamento, a doença deixa de ser transmissível.”, continua a mensagem.


E aí, o que você achou do comentário preconceituoso sobre doença grave feito por Anitta?

Para não correr o risco de acabar fazendo um comentário preconceituoso sobre doença grave ou qualquer outro assunto, nada melhor do que se informar, né? Confira alguns filmes que abordam preconceitos:

Os comentários estão desativados.

Próxima notícia