Casal ”A Culpa é das Estrelas” morre. Entenda o caso

Confira essa história que está emocionando a internet!

casal real de A culpa é das estrelas

Quem conhece a história do livro A Culpa é das Estrelas se emociona. No livro, a adolescente Hazel Grace é diagnosticada com câncer e se mantém viva graças a uma droga experimental. Depois de um tempo lutando contra a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus, um rapaz que também sofre com a doença. Eles se aproximam e se apaixonam. <3

A história é linda e faz todo mundo chorar. Após o sucesso do livro, John Green revelou que, para escrevê-lo, o autor teve uma inspiração: Esther Grace.

esther

FOTO: Reprodução

Esther nasceu em Agosto de 1994, e foi diagnosticada em dezembro de 2006 com carcinoma papilar da tireoide (um tipo de câncer maligno), já com metástases no pulmão.  Com o tumor nos pulmões, ela precisou usar tubos de oxigênio para auxiliar na respiração, o que deixou sua locomoção cada vez mais complicada. Por isso, ela começou a criar amizades online através de seu canal do Youtube.

Esther e John se conheceram em uma conferência para fãs de Harry Potter, em 2009. Ela era uma fã dos livros e dos vídeos que John Green e seu irmão faziam em seu canal. Desde então, viraram amigos, e John Green a acompanhou até sua morte, em agosto de 2010.

“Esther era uma pessoa incomum, e conhecê-la me lembrou de como os adolescentes podem ser introspectivos e, ao mesmo tempo, ter uma empatia estonteante. Pensar sobre essas qualidades me deu uma nova visão dessa história, que tentei escrever por 10 anos. É importante dizer que Esther era muito diferente de Hazel, e que eu certamente não quis me apropriar da história dela. Mas eu jamais poderia ter escrito este livro se não a tivesse conhecido. Ela inspirou cada palavra”, revelou o autor de A Culpa é das Estrelas em uma entrevista.

Confira:

Logo após sua morte, a família de Esther abriu uma fundação chamada “This Star Won’t Go Out” (Essa estrela não se apagará),  que ajuda financeiramente famílias de crianças com câncer. Um livro contando a história de Esther, intitulado “This Star Won’t Go  Out: The Life and Words of Esther Grace Earl” foi lançado com prefácio de John Green e anotações dos pais da jovem.

esther

FOTO: Reprodução

A Culpa é das Estrelas leva esse nome em homenagem à tradução do nome da adolescente que, em Persa, significa estrela <3

O casal A Culpa é das Estrelas da vida real

Há boatos rolando pela internet que Katie Prager e Dalton Prager são o casal que inspirou o filme A Culpa é das Estrelas. Como dissemos ali em cima, a inspiração partiu da história de vida de Esther. Mas isso não torna a história de Katie e Dalton menos importante ou menos emocionante.

Pelo contrário, mesmo não sendo a inspiração original, o casal passou por algo muito parecido ao ocorrido com Hazel e Augustus.

Os dois se conheceram em uma grupo do Facebook. Katie leu sobre a doença de Dalton e resolveu entrar em contato ”Se você precisar de um amigo para conversar, você pode falar comigo”. Ela era portadora de Fibrose Cística, assim como ele. Essa doença é genética e sem cura, ataca os pulmões e pode levar à morte. 

Os dois começaram a trocar mensagens e se apaixonaram, mas algo impedia o encontro: Dalton tinha uma infecção, Burkholderia cepacia, algo bem perigoso e contagioso para pessoas com fibrose cística, e os médicos pediram para ele nunca mais se encontrar com outro paciente portador de CF, para que ele não transmitisse a bactéria.

Mas, após um tempo se relacionamento pela internet, Katie resolveu ouvir seu coração, mesmo que isso significasse piorar seus pulmões, e pediu para Dalton ir visita-lá: “Eu disse a Dalton que prefiro ser feliz por cinco anos da minha vida e morrer mais cedo, do que ser medíocre e viver por 20 anos”, contou em uma entrevista.

FOTO: Facebook

FOTO: Facebook

Dois anos se passaram e, em 2011, Dalton e Katie se casaram. Eles viveram juntos por 5 anos até que, em julho de 2016, precisaram ser separados para irem atrás de transplantes de pulmão. Os dois chegaram a passar por algumas cirurgias, mas todas foram rejeitadas.

Katie e Dalton conversavam por facetime sempre que possível. No sábado (17.09.2016), a família dela preparou um ”Natal em Setembro”, pois Katie estava tão doente que não resistiria até dezembro de 2016. Era para ser um dia de comemoração mas, infelizmente, Dalton faleceu. Apesar da família lutar para que ele viajasse até sua casa e se encontrasse com Katie antes, a saúde dele não permitiu.

FOTO: Facebook

FOTO: Facebook

Mesmo com o ocorrido, Katie comemorou o natal com a família e os amigos.  Infelizmente, na segunda (22.09.2016), a jovem também veio a falecer. O comunicado veio através de uma postagem no Facebook:


”9524 dias atrás, tive o prazer de conhecer uma pessoa que não só mudou a minha vida, mas também tocou e inspirou aqueles ao seu redor. Minha Katie amava a sua família. Ela nunca conheceu um estranho, ela pode transformar uma situação em um momento de diversão e risadas. Hoje de manhã cedo, ela ganhou o seu desejo de estar em casa, na cama dela, cercado por sua mãe, pai, irmão e seus cachorros, e morrer em paz, longe do hospital, tubos, ivs. Dalton estava à espera de braços abertos, bem como ambos na casa da avó dela e uma série de familiares e amigos que partiram antes dela. Eu sei que é egoísta em ficar triste, eu tive muitos dias, mas ela está nos braços de Jesus hoje e ela pode respirar sem oxigênio, ela já não tem de fazer diálise e tirou toda a dor que ela sofreu. Uma coisa importante de se tirar disto é viver, apenas viver… Se há algo que você quer fazer, não espere. A vida é curta. Katie sabia o quanto ela era amada. Ela sabia o quanto eu a amava, eu disse a ela e mostrei todos os dias. Foi-nos dado um grande presente, sabíamos que seu tempo era curto e ela foi capaz de fazer algumas coisas que ela queria, e eu sou grato por isso. Para os próximos dias não vai ser fácil mas eu encontrar conforto em saber que minha menina viveu, ela viveu de verdade”.

Veja também lições que aprendemos com a história de A Culpa é das Estrelas:

Os comentários estão desativados.