Coletiva de imprensa com Ian Somerhalder, Kat Graham e Paul Wesley - Vampire Attraction 2015

Entrevista com Ian Somerhalder, Paul Wesley e Kat Graham na Vampire Attraction 2015

Conversamos com o elenco de The Vampire Diaries durante a Vampire Attraction 2015. E aqui você lê, na íntegra, a entrevista com Ian Somerhalder, Paul Wesley e Kat Graham!

Neste fim de semana, fãs da série The Vampire Diaries se encontraram no Rio de Janeiro para a convenção Vampire Attraction, com presença dos atores Ian Somerhalder (Damon), Kat Graham (Bonnie) e Paul Wesley (Stefan). Pudemos acompanhar uma coletiva de imprensa com os três, que, apesar de exaustos após o longo dia de interações com as fãs, foram muito simpáticos, sempre descontraídos e cheios de brincadeiras.

Coletiva de imprensa com Ian Somerhalder, Kat Graham e Paul Wesley - Vampire Attraction 2015

Imagina ouvir de Ian Somerhalder E Paul Wesley que você é a alma gêmea? Kat Graham teve essa sorte! (Foto: Gabriel Reis/AgNews)

Ao longo dos quarenta minutos de conversa com os repórteres, contaram sobre as mudanças na série agora que Nina Dobrev (Elena) já gravou seu último episódio, deram detalhes inusitados da vida no set e mostraram ser verdadeiros amigos, dentro e fora da TV! Ainda aproveitamos para perguntar para eles sobre os novos casais agora que a sétima temporada vai começar: Stefan e Caroline têm futuro? E Bonnie e Damon, rola? Confira a entrevista na íntegra!

Como vai ser a série agora sem a protagonista feminina, Elena?

IAN: “Mas a protagonista feminina é o Paul!”

PAUL: “Ainda não sabemos, mas temos ainda muitas histórias para contar, e a série tem muito espaço para novos acontecimentos e novas dinâmicas.”

Quantas temporadas a série terá?

PAUL: “47!”

KAT: “Seremos o novo Supernatural!”

+ Pra descansar os olhos: Ian Somerhalder sendo lindo em 20 gifs

O que esperam para o futuro? Se a série acabar ano que vem, vocês vão ficar tranquilos? Vocês sentem que já contaram as histórias que queriam contar? Ou tem espaço e desejo para mais histórias depois da próxima temporada?

PAUL: “O Damon vai ter seu próprio spin-off.”

Ótima ideia!

IAN: “Não sei bem como responder. Eu participei de Lost, mesmo que não por muito tempo, e prestei muita atenção em como a série terminou. Terminou com muita dignidade, com um desfecho bem definitivo, como o fim de um livro. Mas existem muitos interesses investidos nesta série continuar: movimenta economia para muitas empresas, para quase 200 pessoas… Se a série acabar, bem, já contamos muitas histórias, nossos personagens já foram muito amados por muitas pessoas, por muito tempo.”

KAT: “Eu sei que o Paul tem feito muitos filmes independentes, Ian e Nikki têm trabalhado muito com produção, eu também me interesso por produção e por trabalhar com a minha música… Acho que de muitas formas a série nos ajudou a fazer essas outras coisas que talvez não pudéssemos fazer, que não teríamos essa base de fãs para fazer, mas também sei que se pessoas prestarem atenção no que o Paul e o Ian e eu temos feito fora da série veriam que ficaremos bem, estamos fazendo outras coisas agora, fazemos muitas coisas que queremos que pessoas vejam e prestem atenção, então quando, em algum momento, a série de fato terminar, espero que tenhamos vocês nos acompanhando nesses novos caminhos.”

IAN: “Exatamente. Somos muito gratos, não é questão de querer que a série acabe, mas se o estúdio ligar e falar ‘vamos acabar com a série ano que vem’, seremos gratos pelo fato de que muitas histórias já foram contadas. Mas se desligarem a série, desligaram.”

Coletiva de imprensa com Ian Somerhalder, Kat Graham e Paul Wesley - Vampire Attraction 2015

(Foto: Gabriel Reis/AgNews)

Vocês interpretam o mesmo personagem desde 2009. O que mudou em cada personagem da primeira temporada até agora?

PAUL: “Sei que meu cabelo não mudou, nem um pouco, nunca. Stefan não está mais apaixonado pela Elena, acho que isso é uma mudança grande. Toda a base da série, tudo da primeira temporada começou com Stefan e Elena, e agora eles viraram muito platônicos, é só uma amizade, e eu nunca esperei que fosse tomar esse rumo. Então acho que para o meu personagem essa é a coisa mais importante.”

IAN: “A Bonnie mudou muito!”

KAT: “Sim, a Bonnie mudou muito, eu mudei muito também. Acho – sei – que a personagem é muito mais forte agora do que era antes. Ela começou tendo um papel mais de apoio, uma pessoa que ia na onda dos outros, e agora ela é bem mais independente, toma suas próprias decisões, antes ela se dobraria e se sacrificaria sempre, e acho que até o último episódio isso poderia verdade, mas que as maiores mudanças para ela ainda vão acontecer nesta próxima temporada.”

IAN: “Bonnie virou uma mulher muito empoderada. Damon foi de ser um vilão sarcástico e engraçado para um herói, para um anti-herói, para um namorado… Acho que tem muito valor neste personagem perder o chão. A vida prega muitas peças na gente, e espera que a gente reaja, e acho que este personagem está sendo forçado a reagir. Todos, unanimemente, adoramos personagens meio vilões, dark, engraçados, complicados, porque eles são mais divertidos de interpretar.”

+ Saiba qual personagem de seriado combina com cada signo!

Coletiva de imprensa com Ian Somerhalder, Kat Graham e Paul Wesley - Vampire Attraction 2015

Apesar do cansaço após um dia de interação com os fãs, eles foram muito simpáticos com a imprensa! (Foto: Gabriel Reis/AgNews)

Como foi gravar a última cena com a Nina?

PAUL: “Foi bem estranho, bem surreal. Mas, enfim, tudo acaba. E quem sabe, talvez ela volte pra pro próximo final de temporada. Nunca se sabe!”

KAT: “Eu não quero comentar muito porque não falei sobre a última cena especificamente em nenhuma entrevista e quero que as pessoas vejam o último episódio e vejam as emoções nesse trabalho, e vou deixar essa ser a resposta pra vocês.”

IAN: “É, eu digo o mesmo. Não sei se posso falar demais disso, não quero me meter em encrencas.”

+ Assista ao vídeo em que Nina Dobrev e Michael Trevino se despedem de TVD

Com a saída da Elena da série, pode haver algum romance entre Damon e Bonnie?

PAUL: “Pode deixar que eu respondo isso!”

[risadas]

IAN: “Ooooooooh.”

PAUL: “Bow-chicka-wow-wow.”

IAN: “Eu não sei! Realmente não sei qual vai ser o caminho disso. Bonnie e Damon têm uma ótima química porque eu e Kat somos próximos e nos adoramos, mas honestamente só não fazemos ideia.”

KAT: “Não sabemos mesmo.”

PAUL: “Eu não consigo imaginar vocês sendo românticos!”

KAT: “Ele é muito ciumento! Hahahaha. Eu e Ian sempre falamos muito sobre querer trabalhar juntos, temos o mesmo coach, trabalhamos da mesma forma, e quando Ian dirigiu este ano foi uma ótima experiência, e só conectamos muito bem mesmo.”

IAN: “Adoramos trabalhar juntos porque é divertido. Paul e eu trabalhamos juntos já faz tanto anos, também, já é tão simples. E o Paul também adora! Nós três adoramos trabalhar juntos e agora que a Elena não faz parte da história, tenho certeza de que Damon e Bonnie terão uma relação bem mais coesa.”

KAT: “Mas não sabemos. Eu só adoro trabalhar com o Ian, seja interpretando inimigos mortais, seja interpretando um casal, desde que trabalhemos juntos, estou feliz.”

IAN: “Stefan e Damon vão virar amantes!”

PAUL: “Isso já não é mais novidade!”

IAN: “Manter tudo na família.”

KAT: “Eles vão acabar juntos!”

+ Relembre momentos inesquecíveis de Nina Dobrev em “The Vampire Diaries”

Como vampiros, vocês estão gostando do sangue dos brasileiros, mesmo cheios de dengue?

PAUL: “Vampiros não pegam dengue!”

Coletiva de imprensa com Ian Somerhalder, Kat Graham e Paul Wesley - Vampire Attraction 2015

Ian Somerhalder recebeu uma “amostra” do sangue brasileiro entregue por um repórter do CQC. (Foto: Gabriel Reis/AgNews)

Trouxe para vocês esta bolsa de sangue, veio de um assalto, como presente.

PAUL: “O Ian vai adorar.”

IAN: [com cara de nojo] “É, vou levar para o hotel, virar tudo de uma vez.”

PAUL: “Vai gostar tanto que vai querer fazer amor com o sangue.”

A série já está indo para a sétima temporada, e tem muitos fãs. Qual vocês acham que é o segredo da série?

IAN: “É o Paul tirando a roupa!”

PAUL: “Eu não faço isso mais, infelizmente.”

IAN: “Acho que a série começou muito bem, com uma boa trama, boa equipe, bons atores, e desde o começo os fãs jovens se identificaram, criaram um vínculo emocional com a série – seja porque viam com algum parente doente, porque viam durante um término de namoro, quando estavam tendo problemas na escola, a série importa para eles. E agora com Netflix, Hulu e outros serviços de streaming o público que tem 12 ou 13 anos, que tinha 6 quando a série começou, está podendo ver desde o começo, criando uma nova geração de espectadores. Nos EUA, nossas ratings são horríveis, porque nosso público quase não assiste televisão, vê séries muito mais por streaming.”

PAUL: “Sim, vendo a série de novo, as primeiras temporadas, é impressionante a real qualidade, tanto dos atores quanto do roteiro quanto do próprio visual, que tem uma qualidade quase cinematográfica. Além disso, existe hoje em dia muita interação dos fãs por conta das redes sociais, que é um grande fator para o alcance da série.”

KAT: “Acho que nosso estúdio fez um ótimo trabalho em fazer uma série em que todo mundo está conectado internacionalmente, com acesso à série por apps, e todos nós somos encorajados a postar no Twitter durante os episódios, conectar com os fãs, então acho que essa interação online global tem muito a ver com o sucesso.”

IAN: “Você está certa. A CW merece um enorme agradecimento pela forma engenhosa como promovem a série.”

KAT: “É, acho que é o melhor canal em termos de redes sociais.”

+ Faça o teste e descubra: qual seriado tem tudo a ver com sua vida?

Nos últimos episódios temos visto muita interação entre Stefan e Caroline, e já estamos torcendo por eles! Vocês acham que o casal tem futuro, mesmo depois dos novos desenvolvimentos?

PAUL: “Os autores querem que eles tenham algum futuro, mas não sei bem qual ele será. Isso é mesmo responsabilidade dos escritores da série, e não sei o que eles têm planejado para o futuro dos dois.”

IAN: “Acho que Stefan e Caroline são duas pessoas muito danificadas. Na realidade, neste momento, todos nossos personagens estão em situações tão difíceis que o caminho dos romances e dos triângulos amorosos não são suas preocupações principais. Eles se encontram, no fim dessa temporada, inteiramente destruídos.”

PAUL: “Como a minha alma.”

IAN: “Sua alma e sua carreira.”

+ Confira 10 cenas que provam: DamonKlaus são os vampiros mais fofos dos seriados!

Coletiva de imprensa com Ian Somerhalder, Kat Graham e Paul Wesley - Vampire Attraction 2015

(Foto: Gabriel Reis/AgNews)

O que vocês estão achando do Brasil?

IAN: “É lindo, mas o mais impressionante são as pessoas. Nossos fãs aqui são tão cheios de paixão.”

KAT: “Saímos daqui sempre nos achando muito! Não queremos sair daqui nunca!”

IAN: “O Brasil é péssimo para nossos egos! São as pessoas maravilhosas.”

+ Veja como foi o primeiro dia de Ian Somerhalder e Paul Wesley no Brasil

O que vocês sentem que aprenderam com seus personagens?

IAN: “Acho que, desde o começo da série, todos crescemos muito como pessoas e personagens. TV é como um relacionamento, ou um casamento, ou só a vida, e não sabemos exatamente o que teremos que fazer a cada semana. E se os escritores estiverem tendo um dia ruim, é isso que estará no papel! Se estão brigando com seus parceiros, ou se estiverem doentes… Você tem essa relação estranha com essas pessoas que te dizem o que dizer, o que fazer. É uma vida bem interessante.”

KAT: “Acho que a determinação da Bonnie, o fato de ela nunca desistir. Espero que este comportamento tenha entrado no meu subconsciente de alguma forma.”

IAN: “Todos esses personagens são sobreviventes, como todos nós somos. Acho que a questão é se identificar com esse sobrevivente em você, o desejo de manter uma família, de encontrar amor, de sobreviver.”

PAUL: “É que nem aquela sua música favorita: ‘I’m a survivor…’ Não é sua música favorita? Você canta direto. Quem é que canta? Christina Aguilera?”

Destiny’s Child?

KAT: “Ele sabe quem canta!”

PAUL: “Não, eu não sei!”

KAT: “Ele adora essas coisas. Adora Pitbull, adora Ariana Grande…”

PAUL: “E adoro Kat Graham!”

KAT: “Ele adora tudo do Top 40. Ele se arruma ouvindo Taylor Swift. É tudo que ele ouve, a gente sempre quer matar ele de manhã.”

PAUL: “É verdade, no trailer de manhã eu só ouço todos os hits.”

IAN: “Mulher muito talentosa aqui, com a música dela.” [aponta para Kat]

PAUL: “Você está falando de você próprio?”

IAN: [com a voz fina] “Sim!” [voz normal] “Eu amo música, e tenho umas 20 guitarras, e não toco muito bem.”

PAUL: “VINTE?”

IAN: “A Nikki sempre briga comigo.”

PAUL: “Você me dá uma?”

IAN: “Sim! Sem brincadeira, eu levo uma pra você quando voltarmos a gravar.”

KAT: “São guitarras bem legais.”

IAN: “Mas ver pessoas com esse talento… Kat está sempre trabalhando tanto, indo pegar um avião de madrugada para gravar depois de já ter tocado a noite inteira. Eu amo assistir. A Nikki também faz isso.”

KAT: “Nikki é incrível. Ela só pega um violão e começa a criar música, do nada, é incrível.”

IAN: “É super legal, é uma arte linda.”

Coletiva de imprensa com Ian Somerhalder, Kat Graham e Paul Wesley - Vampire Attraction 2015

O elenco mostrou entrosamento e brincadeiras não faltaram ao longo da coletiva! (Foto: Gabriel Reis/AgNews)

O fato de que a série é inspirada em livros atraiu mais fãs? Ou o contrário, expandiu os hábitos de leitura dos fãs da série que foram ler os livros?

IAN: “As duas coisas. Os livros trouxeram vários fãs pra série, e a série levou vários fãs para os livros. Funciona para os dois lados.”

PAUL: “Mas, como atores de televisão, desencorajamos leitura.”

KAT: “Ele está brincando!”

IAN: “Eu nunca li tão pouco quanto desde que comecei a trabalhar nessa série. Eu era um leitor voraz, lia todo dia o dia todo, e nos últimos seis anos eu quase não li. Mas sim, acho que funciona pros dois lados: a série de livros é mega conhecida, e trouxe vários fãs para a série, mas nós seguimos um caminho diferente dos livros imediatamente, virou logo sua própria história. Acho que para nós foi melhor, até.”

KAT: “Para mim definitivamente foi. Porque a Bonnie seria uma garota loira de sardas.”

IAN: “Você tem sardas!”

KAT: “É, é, até tenho sardas.”

IAN: “A série é muito famosa nos EUA, mas para o nosso público é difícil ter os ratings altos na televisão. Mas acho que, sim, muitos dos fãs da série são originalmente fãs dos livros.”

KAT: “Acho que no começo eram mais. Desde então tivemos novos fãs, inclusive que nunca leram os livros.”

Kat, como você dá conta de tudo: atuar, cantar, vida pessoal?

KAT: “Eu não tenho vida pessoal. Esses caras são minha vida. Isso é minha vida. Meu trabalho é minha vida agora, em todo meu tempo livre estou aqui, com eles, ou trabalhando na minha música. É meu foco agora. Se eu conhecer minha alma gêmea, se isso acontecer, obviamente tudo meio para e você foca nisso e faz isso funcionar, mas no momento eu aproveito mesmo minha família de trabalho.”

PAUL: “Eu sou sua alma gêmea!”

IAN: “Não, eu sou sua alma gêmea!”

KAT: “Eles são minhas almas gêmeas.”

IAN: “Mas vou te dizer, é inacreditável ver pessoas tão multifacetadas quanto a Kat, que tocam e escrevem e atuam e fazem tudo isso. E, voltando à outra pergunta, eu pedi para pessoas lerem os livros, e elas não querem lê-los, porque já estão tão ligados ao que a história da série é que, quando leem os livros, ficam com raiva dos livros! E pessoas que leram os livros ficam com raiva da série! É uma coisa muito interessante. Mas, até hoje em dia, eu ainda sou muito a favor de ler os livros, porque quando você lê os livros é uma experiência inteiramente diferente de ver um filme, têm pouquíssimas adaptações que fazem jus ao original.”

(Texto e entrevista: Sofia Soter/Colaboradora)

Próxima notícia