Cantor de K-pop, Jung Joon-young é preso após crime sexual

Confira a confissão do DJ

Jung Joon-young
Foto: Reprodução

O cantor e DJ de K-Pop Jung Joon-young foi preso hoje depois de ser acusado por ter filmado mulheres durante ato sexual, sem que elas soubessem, ou seja, sem consentimento.

Além de grava-las, o rapaz também compartilhou os vídeos e imagens em grupos em que estavam presentes outros artistas e cantores da Coréia do Sul. Na última quinta (21), Jung Joon-young confessou em audiência o acontecido. Logo após, foi preso pela polícia!

O depoimento de Jung Joon-young

“Eu realmente sinto muito. Eu admito todas as acusações contra mim. Não vou contestar as acusações apresentadas pela agência de investigação e aceitarei humildemente a decisão do tribunal. Eu abaixei minha cabeça em desculpas para as mulheres que foram vitimadas por minhas ações”, contou o cantor.

Outros suspeitos de envolvimento

Yong Jun-hyung e Lee Jong-hyun também estão sendo investigados. Vale lembrar de outro caso recente, envolvendo outro astro do gênero musical. Em fevereiro, Seungri, que fazia parte da grupo Big Bang, foi afastado da indústria depois de ser acusado por suborno sexual.

Jung Joon-young

Na imagem Yong Jun-hyung – Foto: Reprodução/Rex

Bom, depois de admitir o crime e receber sua punição, não precisamos nem mais discutir sobre o quão errado foi o que ele fez, certo? Nós esperamos que essas mulheres que foram vítimas do cantor tenham muita paz e consigam superar este episódio traumático.

Mas, é importante ressaltar também que apesar do crime ter envolvido especificamente astros do K-Pop. O que aconteceu não é exclusivo do gênero e escândalos parecidos já aconteceram em diferentes campos.


Como, por exemplo, o caso vivido por Ed-Westick que interpretava Chuck na série norte-americana Gossip Girl e Dan Schneider, ex-produtor de séries consagradas como I-Carly e Drake & Josh da Nickelodeon, que foi acusado de abusar sexualmente diversas estrelas adolescentes do canal, que ele próprio foi responsável por lançar a carreira.

Os comentários estão desativados.