Kéfera responde atriz que questionou seus vídeos sobre transição capilar

Samara Felippo parece não curtir muito como a youtuber aborda o assunto

kéfera e Samara Felippo
Foto: Reprodução/Instagram

Parece que quando o assunto é transição capilar, Kéfera e Samara Felippo não se entendem muito bem. A atriz resolveu se pronunciar sobre os vídeos da youtuber sobre assunto, dizendo que faltou uma coisinha a ser dita.

Segundo Samara, Kéfera deveria falar sobre racismo. “O  que me incomodou não foi o que a Kéfera falou. Foi o que a Kéfera não falou. A Kéfera fala sobre o que ela passou com o cabelo rebelde e bagunçado na escola, o bullying que ela sofreu. Mas o que ela não fala é o porquê que esse cabelo bagunçado é tão rejeitado. Por que que quando ela começou a postar os vídeos com o cabelo natural dela, ela foi tão criticada? Porque existe no nosso país o racismo estrutural, gravíssimo, fortíssimo. Então o cabelo liso é o cabelo bonito, é o cabelo padrão. Então eu só estou aqui para dizer que ela podia – podia não, ela pode! – ir nisso mais profundamente”, iniciou a atriz.

https://www.instagram.com/p/BiXrWIdBmxL/?taken-by=sfelippo

Vale lembrar que Samara também tem um canal no Youtube junto com as filhas para debater sobre o universo das mulheres de cabelo cacheado.

Depois ela continuou sua observação em seus stories no Instagram. “Para encerrar, a Kéfera não tem cabelo cacheado. A Kéfera tem o cabelo ondulado e fazia progressiva. Eu fazia progressiva! (risos) Olha que loucura! É uma coisa mais absurda que a outra. (…) As mães que levam as meninas para alisar os cabelos estão querendo proteger as filhas, para que não passem pelo que elas passaram, pelo racismo. Quando a Kéfera não fala de racismo, fala só dela, isso sim é grave”, terminou.

https://www.instagram.com/p/BiqIsqdHHzB/?taken-by=kefera

Na noite de segunda (04), Kéfera respondeu às críticas feitas aos seus vídeos. “Acho que seria muito hipócrita da minha parte eu, como branca e tendo os privilégios que a gente sabe que o branco tem, estando dentro do padrão, começar a erguer a bandeira do racismo, que é uma coisa que eu não sofro”, explicou o motivo de não abordar o racismo. “Não posso me apropriar de um discurso que não é meu”, ressaltou sobre não ser seu lugar de fala.

Ainda sobre a polêmica entre Kéfera e Samara Felippo, a youtuber defendeu seus tipos de cachos e sua escolha de parar de alisar os fios. “Transição significa liberdade e, a partir do momento que você entende isso, não tem essa de cabelo mais ou menos cacheado. Não vamos brigar por causa disso”, completou.


 

Os comentários estão desativados.