“É normal ter mais espinha no período menstrual?”

Essa e outras dúvidas respondidas por uma ginecologista!

É normal ter mais espinha no período menstrual
Foto: Luis Pelaez/GettyImages

Ficar menstruada envolve um montão de dúvidas. Cólica, inchaço, sexo…  É normal ter mais espinha no período menstrual? Mas calma! A gente conversou com a ginecologista Erica Mantelli e várias dúvidas foram solucionadas. Vem ver tudo!

GIPHY

O período menstrual favorece o aparecimento de espinhas?
Verdade. Super favorece, miga. As mudanças hormonais fazem com que as glândulas sebáceas aumentem a secreção e, consequentemente, a acne. Mas também pode ser causada pela alimentação, caso você coma muita fritura e alimentos gordurosos.

Mulheres que convivem no mesmo ambiente costumam menstruar na mesma época?
Verdade. A menstruação é uma variação hormonal, e hormônios podem ser alterados a partir de fatores externos. A ansiedade, o estresse, a rotina, a alimentação, tudo isso pode influenciar. E se mulheres convivem em um mesmo ambiente e com as mesmas condições, isso costuma influenciar o ciclo de todas, igualmente.

Andar descalça piora a cólica?
Nada a ver. Essa crença surgiu da ideia de que o chão frio poderia influenciar na cólica, mas isso não faz sentido já que a cólica é uma contração no útero. O que acontece é que as pessoas podem ficar mais sensíveis à dor.

A mulher engorda no período menstrual?
Super mito. A mulher pode inchar (muitas acabando retendo líquido), mas não engordar. O período pré-menstrual pode causar um inchaço na região abdominal por conta das alterações hormonais (as alterações do estrógeno e da progesterona, especialmente).

Ter relação sexual no período menstrual é mais prazeroso?
Verdade. Pode acontecer com algumas mulheres, sim. Aumenta a irrigação de sangue na região pélvica e, com isso, a mulher tem mais facilidade para se lubrificar e mais sensibilidade para atingir o orgasmo.

Suspender a menstruação faz mal à saúde?
Nada a ver. A mulher não corre risco de saúde ao suspender a menstruação. Mas, a médica alerta: “sangrar todo mês é um sinal de que o organismo da mulher está funcionando adequadamente. E quando não há menstruação pode indicar problemas nas glândulas tireoide e supra-renal”, diz.

Transar menstruada aumenta o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis?
Verdade.
Aumenta porque o sangue contém todos os nutrientes necessários para o crescimento de microrganismos como bactérias, fungos e vírus. Por isso, o uso de preservativos é essencial, seja no período menstrual ou não. Nada de transar sem camisinha, combinado?

TPM não existe. É tudo psicológico?
Existe sim e existe muito! A alteração hormonal no período que precede a menstruação mexe com todo o organismo. É uma doença que contém mais de 200 sintomas associados. A TPM pode ocorrer em mais de 50% das mulheres devido às oscilações hormonais, mas também depende da sensibilidade de cada uma. Vale lembrar que a TPM começa até 10 dias antes da menstruação e termina quando ela chega.

“Tô OK” – GIPHY


Consultoria: Erica Mantelli, ginecologista com pós-graduação em Medicina Legal e Perícias Médicas e Sexologia/Sexualidade Humana pela Universidade de São Paulo (USP). É formada também em Programação Neurolinguística, por Mateusz Grzesiak (Elsever Institute).

Os comentários estão desativados.

Próxima notícia