Poros da pele: dermatologistas respondem todas as suas dúvidas

Será que eles são MESMO um problema? Nós respondemos!

Poros da pele: dermatologistas respondem todas as suas dúvidas
Foto: Shutterstock

Antes de tirar todas as suas dúvidas sobre os poros da pele, você precisa entender o que, de fato, eles são. E a dermatologista Denise Chambarelli explica: “Os poros nada mais são que o orifício de saída da secreção produzida pelas glândulas sebáceas necessárias para lubrificar a pele, evitando que ela fique com aspecto de ressecada. Quando há uma produção excessiva de sebo, há uma necessidade de drenar essa secreção, promovendo assim uma dilatação dos poros, que acabam se tornando mais evidentes. Na pele oleosa há uma maior predomínio de glândulas na região da zona T (testa, nariz e queixo) e com um maior estímulo a produção de sebo esses poros ficam mais evidentes nessas aéreas”. Agora, queremos saber: o que é verdade e o que é mito quando o assunto é poro? Vem ver!

Giphy

Todos os poros são causados pela acne? 

Não. “Há muita confusão com poros e acne. A acne não causa poros. Na verdade, os poros são estruturas naturais e saudáveis da pele. Entretanto, eles podem estar dilatados. Isso acontece, por exemplo, nas peles acneicas devido ao excesso de oleosidade”, explica o dermatologista Caio Lamunier.

Como evitar os poros?

Segundo a dermato Denise, é só manter a pele limpa: “A melhor forma de evitar a dilatação dos poros é manter a pele sempre limpa, livre de oleosidade excessiva e resíduos de cosméticos através do uso de sabonetes com ação anti-oleosidade, loções tônicas adstringentes e gel ou sérum com ativos para combater a oleosidade. Também é importante frisar que essa limpeza da pele tem que ser no máximo 3 vezes ao dia para evitar efeito rebote de produção do sebo”.

Existe um jeito de melhorar a aparência dos poros da pele?

Sim. “Manter o controle da oleosidade é uma das formas, mas também é possível investir em algumas tecnologias que ajudam a minimizar a aparência. Mas vale lembrar que ele nunca poderá ser completamente fechado! Os tratamentos mais eficazes são a associação de laser como CO2 ou ND-Yag de pulso curto ou Q-Switch com algumas sessões de luz pulsada e o microagulhamento”, explica Denise.

Apertar espinhas e cravos piora a situação dos poros?

Sim. E o dermato explica: “não se dever apertar espinhas e cravos. Essa mania pode levar a infecções e cicatrizes na pele, além de não ajudar em nada na questão dos poros dilatados”.

É preciso ter algum cuidado especial com os poros dilatados?

Não necessariamente. Segundo os dermatos, os poros dilatados não causam nenhum problema à saúde. Porém, se eles incomodarem, é possível consultar um especialista para tentar melhorar a aparência da pele.

 


Mas, pera: você sabe qual é o seu tipo de pele? Faça o teste e descubra!

Os comentários estão desativados.

Próxima notícia