Raquel Bertani fala sobre como é ser a vilã de As Aventuras de Poliana

A atriz também nos contou que participa de projetos sociais!

raquel bertani
Foto: Divulgação/Estúdio E3

Sabe a Nadine, a vilã de As Aventuras de Poliana, que é toda ambiciosa? Então, ela é interpretada por Raquel Bertani, que começou a carreira como modelo, e até já saiu em editoriais da revista da tt, sabia?! Hoje, a girl está arrasando na novela do SBT e ainda tem vários sonhos para realizar.

Olha só o antes e depois da Raquel Bertani:

raquel bertoni

A foto da esquerda é a atriz na edição de 2005 da tt, e à direita como ela está hoje. – Foto: Divulgação e Estúdio E3

Confira nossa entrevista completa com Raquel Bertani, a vilã de As Aventuras de Poliana:

tt: Como você entrou em As Aventuras de Poliana?
Raquel: Foi através de um teste. Quando recebi a descrição física da personagem, já fiquei muito empolgada, porque éramos muito parecidas fisicamente. Fiz o teste e depois de umas duas semanas fiquei sabendo que faria a Nadine. Foi um grande presente e está sendo incrível trabalhar nesse projeto!

tt: Quais são os desafios de interpretar Nadine, a vilã da novela? Você está curtindo o resultado?
Raquel: O maior desafio é encontrar a humanidade no vilão para não cair no estereótipo. Todos nós temos o nosso lado bom e mau, e assim acontece com essa personagem. Apesar de vermos a Nadine, numa primeira impressão, como ambiciosa e oportunista, com o tempo é possível encontrar nela algumas virtudes também. Gosto de como ela é empoderada e bem resolvida, e também tem sonhos, é capaz de se apaixonar. Ela só precisa entender que isso não tem que acontecer a qualquer custo. Encontrar essa medida é essencial para se fazer um vilão. Estou curtindo muito o resultado e a resposta do público tem sido muito positiva!

tt: Como é a sua relação com os outros atores nos bastidores? Com quem você fez amizade?
Raquel: Fiz amigos. Impressionante como tivemos uma sintonia desde o início e conseguimos trazer isso para as telinhas a cada cena. Nos divertimos dentro e fora do set. Gravo bastante com a galera da empresa, então, o Otávio Martins, Dani Paschoal, Letícia Cannavale, Pedro Lemos e o Gui Boury acabam sendo os mais próximos.

tt: Você é engajada em causas sociais. O que você faz e por que acha isso importante?
Raquel: Antes de qualquer coisa, acredito que precisamos ser pessoas de bem, justas e honestas, independente de quem iremos encontrar ao longo da vida. Enquanto pessoas públicas temos que aproveitar essa influência para o bem. As redes sociais vieram para contribuir com isso. Na minha cidade, Botucatu, também ajudo no que posso. Agora no fim do ano, por exemplo, eu e minha família montamos sacolas de Natal e levamos no orfanato de lá. É importante, pois considero que a caridade é algo que devemos exercitar nessa vida.

tt: Você já viajou para vários países como modelo. Como foi viver essa experiência? Você continua nessa carreira?
Raquel: Eu sou muito grata por meus trabalhos como modelo, pois essa profissão me deu a oportunidade de conhecer diversos países e culturas diferentes. Fui a lugares lindos, conheci pessoas incríveis e comi de tudo um pouco. Ultimamente, tenho me dedicado a carreira de atriz, mas como amo fotografar, surgindo uma oportunidade de foto, estou dentro!

https://www.instagram.com/p/Bp0AZs3HDJZ/


tt: Quais são seus projetos profissionais daqui pra frente, o que ainda quer fazer? E na sua vida pessoal?
Raquel: Quero poder continuar trabalhando com o que amo, fazendo novelas, teatro… Também tenho muita vontade de fazer cinema, que é algo que nunca fiz, mas que seria uma grande oportunidade! Já na vida pessoal, quero me casar, viajar bastante e ter filhos.

Os comentários estão desativados.