Vai desceeer! Sinais da chegada da primeira menstruação

Será que você vai menstruar em breve?

Sinais da chegada da primeira menstruação
Foto: Getty * Arte: Isadora Andrade

O assunto menstruação nos acompanha praticamente a vida toda. Ele normalmente começa lá pelos 12 anos e termina a partir dos 40. Porém, enquanto quem já menstruou não vê a hora de a menstruação ir embora, quem ainda não teve a menarca (primeira menstruação), muitas vezes, não vê a hora de ela chegar. Mas como saber se essa hora está se aproximando? Veja agora sinais da chegada da primeira menstruação

“Tudo dói e eu estou morrendo” – Giphy

Quando acontece a primeira menstruação?

A menarca pode acontecer entre os 9 e os 16 anos e marca, fisicamente, o fim da infância e o inicio da vida adulta. Embora cada corpo seja diferente e tenha um tempo próprio para isso acontecer, é possível identificar os sinais que eles dão para a chegada da primeira menstruação…

Cólica

Giphy

Você já deve ter ouvido alguma amiga que já menstruou reclamando de cólica. E ela está entre os sintomas. Embora a maioria das girls não sinta dor na primeira menstruação, muitas podem sentir dor abdominal, que pode estar acompanhado de outros sintomas, como dor de cabeça e dor nas pernas.

Sai daqui, acne!

Giphy

As temidas espinhas também podem ser um outro sinal de que a primeira menstruação está chegando, pois no período pré-menstrual há maior produção de hormônios, que intensifica a produção de glândulas sebáceas, gerando, assim, espinhas e acne. Eita!

Corpo aumentando

“Mas, mãe, eu não quero crescer” – Giphy

Os seios e o quadril começaram a crescer? Hmmm, o desenvolvimento dessas partes do corpo são bons indícios de que a primeira menstruação se aproxima. Os seios e o quadril começam a crescer por volta dos 10/11 anos e, ao mesmo tempo, aparecem alguns pelos na região íntima.

Corrimentos

Giphy

Conhece o corrimento, miga? É aquela secreção incolor, esbraquiçada ou amarelada que aparece na sua calcinha. Normalmente, ele surge uns seis meses antes da primeira menstruação e, apesar de ser comum, é importante consultar um ginecologista.


Consultoria: Ladysoft

Os comentários estão desativados.