‘Stranger Things 3’ quase teve um final diferente para Steve e Robin

"Parece a decisão mais óbvia de todas", comentou Maya Hawke

steve e robin
Foto: Divulgação/Netflix

Se tem uma coisa que o mundo todo pode concordar é que Steve e Robin fariam um casal superfofo e descolado, né? E, apesar da gente ter amado a amizade que eles construíram, não tinha como não desejar (nem que fosse um pouquinho) que eles ficassem juntos.

Em entrevista ao The Wall Street Journal e à Variety, Maya Hawke, a intérprete da nova personagem da série, contou que o final dos dois em ‘Stranger Things‘ não era para ser desse jeito originalmente.

A relação de Steve e Robin

Durante as filmagens, começamos a sentir que ela e Steve não deveriam ficar juntos e que ela é gay. Mesmo quando eu volto e assisto a episódios anteriores, parece a decisão mais óbvia de todas“, explicou. Para quem não lembra, o momento em que Robin revela sua sexualidade é um dos mais icônicos da temporada, já que os dois estão passando por uma situação de praticamente vida ou morte e resolvem parar para conversar.

Em entrevista à Variety, a atriz revelou mais detalhes sobre a escolha. “Os irmãos Duffer, eu e Shawn Levy tivemos muitas conversas durante as filmagens e não havíamos decidido realmente até filmarmos o episódio quatro e cinco, eu acho, quando tomamos a decisão final“, disse ela. “Foi uma conversa colaborativa e estou muito feliz com a forma como foi“, completou.


No fim das contas, foi uma escolha que representou muita coisa para toda a comunidade LGBTQ+ no mundo. Não só porque a amizade com Steve era totalmente genuína, mas também porque ele respeita totalmente a sexualidade dela. Sobre isso, Maya comentou: “Às vezes podemos ter empatia por pessoas na tela que normalmente não teríamos empatia na vida real. Se eu posso esperar por qualquer coisa, é isso. Talvez algumas pessoas tenham se apaixonado por Robin e isso as tenha ajudado a se apaixonar por garotas que amam garotas e garotos que amam garotos“.

Os comentários estão desativados.