“Tenho medo de ir ao ginecologista!” Os especialistas ajudam a superar!

Bora deixar sua consulta mais tranquila ;)

Tenho medo de ir ao ginecologista
Foto: Getty Images

“Tenho medo de ir ao ginecologista”, eita medo comum entre garotas! Ir ao ginecologista é algo que faz parte da vida de todas as mulheres, porém, muitas vezes, acabamos adiando a ida ao especialista por medo. Por ser algo tão íntimo e que envolve tantos tabus, é totalmente normal que este medo surja. Mas é fato que não devemos deixar que o medo nos impeça de esclarecer dúvidas e procurar ajuda quando tivermos problemas ginecológicos. Pensando nisso, perguntamos às nossas leitoras o motivo de terem medo de ir ao ginecologista e conversamos com os especialistas para afastar de vez essa neura. Vem ver!

“Eu estou com medo” – Giphy

“Tenho medo de ir ao ginecologista?”

“Porque é um homem olhando para as minhas coisas”

Primeiro precisamos lembrar que nem todos os ginecologistas são homens, miga. Existem muitas mulheres que também atuam nesta profissão. Além de que “o fato de ser um homem ou uma mulher te examinando, passa a ser irrelevante quando você encontra um profissional sério e ético. O mais importante é encontrar um médico ou uma médica competente e que te trate com respeito, independentemente do sexo”, explica o ginecologista Domingos Mantelli.

Dica: você pode pedir indicações para amigas que já foram ao especialista. Assim você consegue ficar mais tranquila quanto ao profissional em sua primeira consulta.

“Dizem que dói”

“O exame ginecológico não é doloroso, ele pode, muitas vezes, ser um pouco desconfortável, principalmente se a menina estiver muito tensa. Por isso, é sempre importante buscar um profissional que enxergue esse lado. É também importante conversar e explicar que é a primeira consulta ao ginecologista”, tranquiliza a profissional Erica Mantelli.

Vale lembrar que nem sempre é preciso fazer exames. Muitas vezes vocês apenas vão conversar e esclarecer as dúvidas.

“Me sinto muito constrangida”

Ficar com vergonha é normal, miga, mas como lembra o ginecologista Alexandre Pupo, o médico está totalmente acostumado com este tipo de situação e vê vaginas o tempo todo. Ou seja, a sua não será a primeira, hehe. “O ginecologista está habituado, vê mulheres todos os dias, de todas as idades, formas, origens e culturas. Vê desde a faculdade o corpo humano nu e não se constrange mais com isso. Um ginecologista com alguma experiência já ouviu mais histórias doidas do que você consegue pensar”.

Ou seja, você não precisa ficar encanada com as suas dúvidas ou em expor o seu corpo. Este profissional está totalmente preparado para elas.

Giphy

“Eu tenho muita vergonha”

E você não é a única! “Isso também é muito comum. Porém a sua vergonha não pode ser maior do que a sua vontade em manter seu corpo saudável. Sua saúde deve ser sempre a prioridade máxima da sua vida”, lembra o ginecologista Domingos Mantelli.

“A médica enfia o dedo lá dentro? Tenho medo de machucar, tenho medo de ir ao ginecologista”

Miga, pode ficar tranquila, pois “Ninguém vai enfiar nada dentro de você, muito vezes o que é necessário fazer é um exame do toque para avaliar, assim como existe a palpação das mamas e dos membros inferiores. Muitas vezes é necessário, dependendo do caso, realizar o exame de toque para fazer só a estimativa do volume e tamanho do útero, se não tem nenhuma massa palpável ou até um cisto, mas isso só será realizado quando a menina já iniciou a vida sexual e que já tenha passado por outros exames ginecológicos”.

“Tenho medo de ir ao ginecologista porque eu não gosto de falar sobre menstruação!”

“Não gostar de falar sobre o assunto não significa que não seja necessário. Então, é importante, sim, encarar os seus medos e vergonhas, e buscar ler sobre o tema e conversar com amigas que já foram e tiveram boas experiências e perguntar como foi. Com certeza esse preparo inicial irá fazer diferença, sendo mais tranquilo na consulta.”, explica Erica.

“Medo de ser assediada, afinal, o mundo anda sem noção”

“Isso é inadmissível. Assédio é crime, independente da profissão. Daí a importância de procurar um ginecologista de confiança, de preferência algum que você tenha indicação – que sua amiga , mãe ou irmã já frequente e confie”, lembra Domingos Mantelli.


E aí, conseguiu dar adeus ao medo de ir ao ginecologista? Esperamos que sim! <3

Os comentários estão desativados.

Próxima notícia