Tudo sobre a primeira vez!

É total normal ter muitas dúvidas sobre o assunto, mas a gente te ajuda a se sentir mais segura!

tudo sobre a primeira vez
Foto: iStock

A primeira vez normalmente é um assunto polêmico e rodeado de dúvidas e inseguranças, tanto para meninas quanto para meninos. Por isso, a tt falou com alguns ginecologistas, sexólogos e psicólogos que ajudaram a responder algumas das dúvidas mais frequentes.

Resultado de imagem para menina anotando caderno gif

Já se prepara para anotar tudinho!

Idade certa

Não existe uma idade certa para perder a virgindade, mas, biologicamente falando, é adequado que seja depois da primeira menstruação. O importante é que a garota inicie sua vida sexual quando ela se sentir madura o suficiente para isso. “A garota precisa se sentir firme. Precisa saber que é a hora certa”, diz a ginecologista Flávia Fairbanks.

E é claro que “o momento certo” varia de pessoa para pessoa. “Tem jovem que encontra esse momento aos 14 anos, outras aos 25.”, completa a médica. Por isso é superimportante que você não comece a vida sexual por influência de amigas ou até mesmo por pressão de um namorado. Ok?

Mas… dói?

Na maioria das vezes, a primeira transa costuma ser desconfortável por conta da inexperiência, que causa tensão no momento. “Na verdade, o que faz com que a relação se torne dolorida é o nervosismo. Isso faz com que a musculatura da vagina contraia, dificultando a entrada do pênis.”, explica a Dra. Fairbanks. Além disso, se você estiver pouco excitada, terá pouca lubrificação, dificultando a penetração e causando dor. Por isso, é preciso estar relaxada e segura do que quer, aconselha a sexóloga Profª Drª Iracema Teixeira.

Resultado de imagem para britney spears gif

Agora, se a primeira vez for feita com paciência e delicadeza, pode não provocar dor. Na medida em que as relações forem mais frequentes, este desconforto desaparece. O fato de você estar tranquila e segura na transa ajuda bastante na lubrificação, causando menos dor. E anote aí: segurança tem tudo a ver com proteção, não deixe de usar camisinha e se consultar com seu médico, lembra a ginecologista Denise Coimbra.

Cuidados a serem tomados

Antes de ter a sua primeira vez, você precisa saber se proteger de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e uma gravidez indesejada. Para isso, o uso de preservativos, como a camisinha masculina ou feminina, é essencial! Só ele previne os dois ao mesmo tempo. Se preferir, combine com o anticoncepcional, que deve ser receitado por um ginecologista de acordo com o seu biotipo.

Visitinha ao ginecologista

A Dra. Heloísa Fleury ressalta que se você está pensando em ter a sua primeira vez, é legal ter uma visita ao ginecologista antes de perder a virgindade: “É importante criar um espaço de conversa, para que você tire suas dúvidas e receba as orientações corretas”, alerta. A Dra Flávia Fairbanks lembra ainda que o ideal é que as consultas ao médico comecem já no início do desenvolvimento do corpo, na puberdade, independentemente da menina já ter relações sexuais ou não.

Imagem relacionada

E não precisa ter medo de ir ao ginecologista, viu?

Rompimento do hímen e sangramento

O sangramento pode acontecer por dois motivos. O primeiro é o rompimento do hímen (uma “pele” que fica na entrada da vagina de meninas virgens). Mas, não necessariamente você terá um rompimento na primeira relação. “Há também os casos em que a garota tem hímen complacente (uma espécie de hímen elástico, que não se rompe).”, explica Flávia.

O segundo motivo que pode causar sangramento é algum machucadinho causado pelo atrito durante a penetração. Por isso, é importante garantir uma boa lubrificação (vale investir em lubrificantes!). E não se esqueça: a presença de sangue aumenta o risco de contaminação por DSTs, portanto, camisinha sempre!

Preparada para transar

Se você está preparada para a primeira vez é algo que só você pode responder. Mas, um dos sinais é que você deve estar bem informada sobre tudo que envolve uma vida sexual. Além disso, tenha certeza de que você está segura do que quer, sente-se com confiança em si mesma e de que a sua escolha não está sendo resultado de pressão de ninguém.

Resultado de imagem para ginecologista gif

“Esse é o seu clitóris”. Bora aprender tudinho sobre o seu corpo antes de ter a primeira transa!

Métodos contraceptivos

Os principais métodos contraceptivos e mais recomendados para adolescentes são o uso do preservativo e a pílula anticoncepcional. Mas vale lembrar que, mesmo tomando pílula, a camisinha deve ser usada em conjunto para proteger das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), explica a sexóloga Dra. Iracema Teixeira.

A pílula deve ser tomada todos os dias de acordo com as orientações do ginecologista e da bula. O que será diferente é a interrupção ou não das cartelas de acordo com o hormônio e tipo de pílula. Caso haja esquecimento de mais de uma pílula na cartela, o uso da contracepção de emergência (pílula do dia seguinte) é indicado, segundo a ginecologista Débora Oriá.

E mais: quem é virgem também pode tomar o anticoncepcional. Isso porque às vezes ele é usado como um tratamento, como quando alguém precisa regular o fluxo menstrual ou sente muita cólica. Mas, se você puder evitar o uso desses medicamentos, melhor! Afinal, eles possuem muitos hormônios e podem causar efeitos colaterais.

Vergonha de transar

Toda a primeira vez é uma situação embaraçosa. Fantasias decorrentes da falta de experiência mais a ansiedade do novo levam a experiências pouco confortáveis. Além disso, muitas meninas têm vergonha de seus corpos, é o seu caso? Então está na hora de trabalhar isso, girl!

Resultado de imagem para you are perfect gif

“Cada parte sua é perfeita!”

Entenda: não existe um corpo perfeito e aquilo que vemos na TV e nas revistas não é a realidade para a maioria das mulheres. Todo corpo tem pequenas imperfeições (se é que podem ser chamadas de imperfeições) e é importante entender que elas não afetam em nada o quão maravilhosa e atraente você é. Se o garoto escolheu dar esse passo com você, é porque ele está aberto a conhecer o seu lado mais íntimo.

É total importante manter-se relaxada e confiar no garoto, por isso, é legal escolher alguém com quem você se sinta segura e que demonstre se importar com o seu bem-estar. Um lubrificante à base de água vai ajudar na lubrificação que pode ser afetada pela tensão e muita, mais muita paciência e muito carinho. E, mais uma vez, não se esqueça do preservativo!

Contando para a mãe

É sempre bom manter um diálogo franco com sua mãe. Mas se vocês têm uma relação um pouco difícil, procure uma irmã mais velha ou tia que possa orientar e compartilhar com você a experiência de vida. O importante é ter alguém para te dar apoio e te aconselhar. Lembre-se: não precisa ter vergonha de contar suas experiências e fazer perguntas, afinal, todo mundo passa por isso.

Para ficar ainda mais relaxada, que tal conferir alguns filmes que falam sobre a primeira vez? Afinal, todo mundo passa por isso! Confira sugestões:


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próxima notícia