Tudo o que você precisa saber sobre seios

Para esclarecer todas as dúvidas, inclusive aquelas que dá vergonha de perguntar

seios
Foto: Image Source/GettyImages

Não dá para negar que os seios são uma das partes mais charmosas do corpo feminino. Mas, ao mesmo tempo em que valorizam a beleza da garota, os seios são motivo de muitas dúvidas. Para ajudá-la a entender tudo sobre esse assunto, procuramos dois especialistas, o ginecologista Théo Lerner e o cirurgião plástico Ewaldo Bolivar de Souza Pinto. Os profissionais esclareceram as dúvidas mais comuns, e até aquelas perguntinhas que dá vergonha de fazer. Aproveite!

Por que eu tenho um seio maior que o outro?

Calma! Embora isso possa parecer o fim do mundo, é absolutamente normal! As pessoas são mesmo assimétricas, ou seja, um lado do corpo não é exatamente igual ao outro, explica o ginecologista Théo Lerner. Além disso, seus seios ainda podem estar se desenvolvendo e um pode crescer mais depressa que o outro. Se a garota estiver muito incomodada com a diferença de tamanho, convém procurar um ginecologista, aconselha o médico.

É normal os seios doerem durante a TPM?

Com certeza! Isso acontece porque no período pré-menstrual ocorre um aumento da retenção de líquido e os seios tendem a inchar. Então, quem possui uma estrutura interna menos elástica (cerca de 1/3 das mulheres) sente a distensão das fibras e dor.

É verdade que não usar sutiã faz com que os seios caiam?

Não é bem assim… Os seios caem pela frouxidão das estruturas de sustentação. Existe uma grande variação individual na resistência dessas estruturas, baseadas em fatores individuais e familiares. A idade, o tamanho e o peso dos seios contribuem para o rompimento dos ligamentos de sustentação. De qualquer forma, o uso do sutiã pode ajudar a diminuir os efeitos da gravidade.

Até quando os seios crescem?

Geralmente, eles começam a se desenvolver por volta dos oito ou nove anos e estão completamente formados entre 16 e 17.

Sutiã com enchimento pode ser usado todos os dias?

O sutiã com enchimento não faz mal à saúde, mas o uso constante pode indicar uma insatisfação muito grande com a auto-imagem. Se você costuma evitar situações em que precisa ficar exposta sem esse acessório, como piscinas e vestiários, é legal procurar um médico!

Qual a idade mínima indicada para colocar silicone?

De acordo com o cirurgião plástico Ewaldo Bolivar de Souza Pinto, a idade mínima é 15 anos. Mas isso varia de pessoa pra pessoa. Portanto, é preciso também consultar um mastologista (especialista em mama) para saber se as glândulas mamárias não se desenvolverão mais.

Se essa hipótese estiver afastada e os seios da paciente forem causa de problemas psicológicos, então coloca-se as próteses, explica. Lembre-se de que garotas menores de idade precisam de acompanhamento e da autorização dos pais para a realização dessa cirurgia.

Se eu for colocar silicone, posso escolher o tamanho que eu quiser?

Mais ou menos. É preciso examinar o tamanho da glândula mamária e, a partir daí, analisar as próteses cabíveis. Mas também é muito importante respeitar a vontade da paciente.

Trata-se de uma cirurgia como outra qualquer, com os mesmos riscos. É imprescindível que os exames (sangue, eletrocardiograma, urina, etc) estejam todos normais. Além disso, a paciente tem que estar bem preparada.

É verdade que precisa trocar a prótese depois de um tempo?

Algumas próteses, feitas de gel coesivo, podem ser usadas por até 20 anos, sem necessidade de troca. Porém, é importante que a paciente faça um acompanhamento médico a cada três anos para ver se está tudo certo com a prótese e realizar a ultra-sonografia da mama.

O tamanho da prótese de silicone não influi no valor do procedimento. A média entre os cirurgiões da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica varia entre cinco e nove mil reais.

O que é o autoexame e para quê serve?

O nome já diz tudo! Autoexame é o exame das mamas feito por você mesma. Ele é muito importante para a prevenção e diagnóstico de várias doenças. O autoexame deve ser feito desde sempre, para que a menina tenha familiaridade com seu corpo, de preferência alguns dias após o fim da menstruação, quando o seio está menos inchado e dolorido.

Como fazer o autoexame?

Em frente ao espelho, observe se existe alguma alteração de tamanho, forma ou coloração entre as mamas. Levante um braço e, com a outra mão, apalpe o seio (do lado do braço levantado) com os dedos bem abertos, como se você estivesse tocando piano. Faça isso dos dois lados.

🌷 Estamos no Outubro Rosa Você sabia que o câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais com o autoexame, aumentando assim as chances de tratamento e cura? 👍 Vamos lutar juntas pela conscientização e prevenção. #ChamaisOficial #VitaNaturais #AutoExameMamas #Conscientização #OutubroRosa


Uma publicação compartilhada por VITA PRODUTOS NATURAIS 🌿 (@vitanaturaisgtba) em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *