Fale conosco

O que vc está procurando?

Entretenimento

Exclusiva: WC no Beat conta tudo sobre a nova música “Uni Duni Tê”, com PK e Kawe

Crédito: Divulgação/ Gabriel Brasil Photo

Novo hit chegando! “Uni Duni Tê”, nova faixa do WC no Beat, em parceria com PK e Kawe vai ser lançada na noite desta quinta-feira (26), às 21h. E ainda tem um bônus: vai rolar o lançamento do videoclipe no mesmo horário!

O clipe é dirigido por Phil Mendonça, que também já dirigiu o hit “Dowtown”, da Anitta com J Balvin. Neste novo material, WC no Beat, PK e Kawe aparecem em um cenário bem colegial, com uniforme, arquibancada e tudo!

Crédito: Divulgação/ Gabriel Brasil Photo

A inspiração para a estética do vídeo veio do clássico High School Musical e da série Elite, mega sucesso da Netlflix. 

Atualmente como um dos principais nomes da música nacional, WC no Beat conversou com a Todateen e contou todos os detalhes sobre lançamento. Confira:

1) De onde partiu essa ideia de se inspirar no universo mais teen de séries como ‘Elite’ e ‘High School Musical?’

A música já tinha um tema bem rápido e, como é um funk bem dançante, a gente mexe um pouco também com os jovens, a galera que tá em casa, estudando à distância. Eu achei muito interessante trabalhar um pouco essa imagem e trazer essa estética de school. Eu acho muito bacana isso, porque dá para englobar vários públicos e várias pessoas de diferentes estilos.

2) Como foi o processo criativo de “Uni Duni Tê”?

Foi uma brincadeira entre amigos! A gente estava no estúdio, eu estava com um projeto que não tinha terminado e era só um pedaço da música, aí a gente olhou um para o outro falou “cara, é isso aqui! A gente tem que fazer algo nisso aqui”. E, de repente, o PK, com a canetinha mágica dele, já puxou o refrão, já puxou a letra dele… E o Kawe, também com a canetinha dele, já veio fazendo a coisa acontecer. Tudo entre amigos, a gente rindo, brincando e, no final da noite, nasceu a música “Uni Duni Tê”. Olhamos um para cara do outro e falamos “vamos ter que fazer o clipe”. Assim surgiu essa música feita com amor por amigos. Gosto de falar que essa música foi feita por amigos.

3) Tem algum momento marcante, mais divertido, durante a produção do hit?

O estúdio em si é muita risada né, ainda mais quando você junta PK e Kawe, os caras gostam de gastar, escrever, fazer paródia no meio do estúdio. A gente morre de rir e acredito que essa é a energia que tem que ser levada pra dentro do estúdio. E a gente faz a resenha acontecer. E ver que a música vira um clipe não tem nenhum preço. Todo momento é muito bom, todo momento é muito engraçado e o valorizo muito isso! Agradeço muito por estar vivendo isso todos os dias… e com amigos!

4) Sua estreia mais recente foi com Kevin O Chris, como funciona essa escolha de feat?

Eu vou muito pela vibe do que a música pede, do que a música é. Se é um ritmo mais acelerado ou mais lento. Eu gosto de estudar muito o BPM, pra saber o que eu posso misturar, para ficar, de fato, uma música muito boa. Então eu vou muito pela vibe do artista e, como muitos desses artistas estão comigo e são meus amigos, eu consigo entender um pouco a vibe de cada um e traze-los para um cenário onde se sintam confortáveis de cantar. Isso é o Trapfunk.

5) Como é saber que você ocupa um lugar de destaque na indústria musical brasileira?

Eu só tenho a agradecer por isso. A gente trabalha todos os dias para alcançar o que a gente tanto sonha, que é viver da nossa música. E ver que eu conquistei um espacinho ali… Eu tenho a honra de estar no meio de grandes músicos, de grandes produtores e acredito que eu vou estar fazendo história para sempre. WC no Beat e Trapfunk, toda essa história vai ser louvável por muitos e muitos anos.

6) Como você tem mantido a parte criativa literalmente ativa nesse período em que as pessoas estão mais isoladas em casa?

Gosto muito de estudar coisas novas, sair da caixinha. Eu gosto de procurar fontes, músicas, filmes, livros, aprender coisas novas, coisas que eu nunca aprendi a fazer. Na pandemia, eu aprendi a editar vídeo, editar fotos, coisas que só meus editores faziam e hoje consigo trocar ideia com eles, tecnicamente falando, sabe? Isso é muito bacana, que a gente consegue se discernir em outros meios e se encaixar em outras perspectivas. Isso é muito bacana, que a gente não é só produtor no final das contas.

7) E pra gente fechar, podemos esperar novas parcerias vindo aí?

Muitas parcerias! WC no Beat é o cara das parcerias inusitadas, então pode esperar que tem muita coisa vindo, muita música boa para quem curte WC no Beat. Quem curte o meu trabalho pode ficar tranquilo, que eu tô trabalhando dia e noite! Enquanto a cidade dorme, a gente tá acordado para fazer o melhor da música e continuar a história do Trapfunk.

Mais notícias para você

Entretenimento

Cantor pode ter inspirado faixas do lançamento de Taylor Swift, que chegou nesta sexta-feira (19)

Entretenimento

Cantor aparece na faixa-título de "The Tortured Poets Department", novo projeto da cantora

Entretenimento

Cantora mandou alfinetava discreta durante marketing de "The Tortured Poets Department"

Entretenimento

Cantora lança o álbum "The Tortured Poets Department" nesta sexta-feira (19)