Fale conosco

O que vc está procurando?

Busca

Beleza

Skincare nas axilas: cuidados para evitar manchas e odores

Como as axilas são uma região mais sensível, pela depilação ou até mesmo pelo atrito constante, ela precisa receber cuidados específicos.

Axilas Cuidados
A região pede por cuidados específicos - Crédito: Shutterstock

Vamos falar de cuidados nas axilas? Sabemos que manter uma rotina diária de skincare é essencial para ter uma pele saudável. Por outro lado, além da pele do rosto, precisamos lembrar de algumas regiões mais específicas que não podem ser esquecidas. E uma que quase nunca é lembrada são as axilas.

Sendo uma região mais sensível e suscetível aos traumas causados pela depilação ou até mesmo pelo atrito constante, ela precisa receber uma atenção específica. Inclusive, seguir uma linha de cuidados te ajuda no controle odores e manchas. Não é só passar desodorante, viu?

“A pele das axilas é rica em glândulas sudoríparas apócrinas, que são responsáveis pela produção de suor. Essa região também apresenta um pH mais ácido do que a pele do restante do corpo, o que a torna um ambiente favorável para a proliferação de bactérias que metabolizam o suor, motivo do odor forte e desagradável que surge nesse local”, afirma a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Vale lembrar que, exagerar no desodorante por medo do mau cheiro, pode ter o efeito contrário. Já que isso interfere no microbiota da região e altera a flora bacteriana local. Para entender melhor os cuidados essenciais para as axilas, vem com a gente!

Atente-se aos maus hábitos

O que realmente favorece o aumento da bromidose, popularmente conhecida como CC, são os maus hábitos individuais. Por isso, quem deseja se ver livre do mau cheiro deve rever alguns detalhes na rotina.

“É fundamental, por exemplo, adotar uma alimentação saudável e melhorar o funcionamento intestinal para manter o corpo desintoxicado. Além disso, é fundamental realizar a assepsia diária da região com um sabonete bactericida e secar bem as axilas com uma toalha após lavar”, destaca a dermatologista.

A escolha correta do desodorante

É claro que o desodorante é um item super importante para prevenir daquele odor desagradável nas axilas. Por outro lado, é importante redobrar a atenção na hora de escolher qual produto usar para não colocar a saúde em risco.

“O álcool e o bicabornato de sódio, por exemplo, são muito utilizados na composição de desodorantes por absorverem o suor e neutralizarem odores, mas o recomendado é optar por produtos sem essas substâncias, já que podem causar irritação e levar a formação de manchas”, explica.

Ainda por cima, também é interessante evitar o uso de produtos antitranspirantes ou antiperspirantes, que são formulados com ingredientes químicos nocivos, como o alumínio, que podem causar danos a longo prazo. Felizmente, já é possível encontrar no mercado brasileiro desodorantes mais naturais e livres de alumínio que são capazes, inclusive, de reduzir a liberação de suor.

Como evitar as manchas na região?

Além de higienizar, secar bem a região e evitar o uso de certos desodorantes, é importante ainda tomar alguns cuidados extras para prevenir o surgimento de manchas e o escurecimento da pele das axilas.

“Por exemplo, dê preferência para o uso de roupas arejadas que não causem atrito na região axilar. Isso porque o atrito frequente pode levar a um espessamento com consequente escurecimento da pele, o que, apesar de poder afetar qualquer pessoa, é especialmente frequente em quem possui alguma síndrome metabólica, como a diabetes”, afirma.

Outro ponto super importante é, assim como em outras regiões do corpo, manter a pele hidratada. Isso ajuda a evitar ressecamento, irritação e, claro, escurecimento. Você pode optar por um desodorante hidratante ou aplicar um produto em creme com propriedades clareadoras antes do convencional.

O tipo de depilação faz diferença

A hora da depilação é um momento chave para a saúde das axilas. Dependendo da opção que você escolher, pode causar agressões à pele sensível da região. Para se ter uma ideia, durante a retirada dos pelos com cera quente perde-se cerca de 36% da pele.

Embora o uso da cera seja mais prejudicial, por conta da tração e da temperatura, outra opção comum não deixa de ter riscos… Se você opta pelo uso de lâminas, também há danos inclusos, já que o processo provoca um microtrauma ao retirar a camada natural de oleosidade que protege a pele.

Então, para quem deseja evitar as manchas nas axilas, o ideal é apostar na depilação a laser, que elimina o pelo de forma mais direta.

Não se esqueça dos cuidados na hora de depilar as axilas

Independentemente da depilação que você escolher, alguns cuidados são necessários para manter a saúde das axilas. Manter a pele bastante hidratada vai evitar o escurecimento e o ressecamento da região. Inclusive, apostar em uma esfoliação uma vez na semana é uma dica de milhões!

É importante lembrar que a pele deve estar limpa e livre de células mortas, principalmente no caso da depilação a laser. Alguns produtinhos contêm pigmentos que podem ‘confundir’ a ação do laser, resultando em queimaduras.

Mais notícias para você

Beleza

Confira essa listinha de produtos indispensáveis no verão

Beleza

A água termal é uma excelente aliada para o skincare, principalmente em dias quentes

Beleza

Conversamos com uma especialista sobre essa nova etapa do seu skin care

Beleza

Separamos todas as dicas para você se livrar desse incômodo