Fale conosco

O que vc está procurando?

Comportamento

Vitor Fadul reflete o espectro autista em sua música: “sinto e percebo o mundo por aquilo que eu sou”

Crédito: Divulgação

Você sabia que este sábado, 18, é marcado pelo Dia do Orgulho Autista? A data, mais do que nunca, chega como uma celebração da neurodiversidade de pessoas do espectro autista, ou seja, o distúrbio caracterizado por um desenvolvimento atípico, manifestações comportamentais, além de déficits na comunicação e na interação social.

Pensando nisso, a todateen foi conversar com o cantor pop Vitor Fadul que é autista e vem se consolidando como uma promessa na cena musical. “Eu sinto, percebo o mundo por aquilo que eu sou, e o que eu sou? Sou autista, e disso tudo o mais que eu sou como um ser humano atípico”, conta.

“Tenho um cérebro atípico, consequentemente se eu penso a música, se componho e penso nos conceitos dos meus videoclipes e em tudo na minha carreira e vida de forma geral, só é da forma que é porque o autismo é a minha lente para ver tudo o que há”, acrescenta o músico

O paulista ainda aproveita para relembrar o quão é importante que as pessoas que o acompanham, o conheça melhor e, assim, possam se conectar juntos. “Uma coisa primeiro precisa ficar claro: o autismo não é algo que também está no meu cérebro, como por exemplo o cabelo, que está na minha cabeça e influencia meu estilo. O autismo é exatamente como o meu cérebro é, funciona e fez com que eu me desenvolvesse até hoje”, explica.

Por fim, Vitor pontua que apesar do assunto ainda hoje ser invisibilizado, já enxerga avanços e torce por dias melhores.

Mais notícias para você

Entretenimento

todateen conversou com a atriz de "A Noviça Rebelde" e "Reis" sobre os bastidores das produções

Entretenimento

Conversamos com a influenciadora para saber tudo sobre seus projetos futuros

Entretenimento

todateen conversou com a influenciadora para saber tudo sobre "4 - A Posição da Morte"

Entretenimento

Romance de estreia da autora chegou ao Brasil nesta sexta-feira (10)